quinta-feira, 5 de Março de 2009

+ TEXTOS DO 6º ANO

A professora Helena Lima enviou-nos mais três textos de alunos do sexto ano da nossa escola. Os temas tratados são diversos mas a qualidade é o denominador comum.

Amizade na escola

Era uma vez um menino chamado João e outro menino chamado José. Eles eram colegas de turma e eram, também, os melhores amigos.
Um dia, quando receberam as notas de um teste de Língua Portuguesa, o José disse, muito contente: «Tive Muito Bom!»
Mas o João tinha tido apenas Bom.
Na aula a seguir, ou seja, em Educação Física, o melhor foi o João e, ao fazer acrobacias no trampolim gigante, todos os colegas ficaram espantados pelo facto de ele fazer aqueles exercícios tão bem feitos.
O José é que não teve sorte, porque não tinha tanto jeito e acabou por cair e teve de ser levado para o hospital.
Na semana seguinte, saiu do hospital e, como tinha um trabalho de grupo para fazer com o seu amigo João, começaram logo, então, a trabalhar.
Uma hora depois, o trabalho estava pronto e foi o João quem o guardou.
Mas, passados dois dias, era o dia da entrega e ele não sabia onde tinha posto o trabalho.
O José, ao saber do que aconteceu, ficou muito zangado, gritou com ele e até deixou de lhe falar.
Mas, na hora da entrega, quando o João abriu o dossiê, encontrou lá o trabalho!
O José pediu desculpa ao João por lhe ter gritado daquela maneira e ele aceitou as desculpas.
E ficaram os dois muito felizes e mais felizes ficaram ainda quando, na semana seguinte, tiveram ambos Muito Bom.
E, a partir desse dia, prometeram nunca mais voltarem a zangar-se, porque a amizade é muito importante.
(Maria Pedroso – Nº 21 – 6º C)


Animal de estimação
O meu animal de estimação é o meu gato chamado Pipoca.
Há algum tempo atrás, estava eu, com a minha mãe e com o meu pai, a jantar. A porta da cozinha estava aberta e o Pipoca saiu. Não veio dormir a casa e, no dia seguinte, quando acordei, a primeira coisa que eu fiz foi abrir a porta mas, quando a abri, tive um desgosto enorme: ele não estava lá.
Como tive de vir para a escola, fiquei preocupada, porque nunca tinha acontecido antes, o Pipoca não aparecer.
Estive o dia todo com esperança de, quando chegasse a casa, o encontrar de novo.
Mas, no fim do dia, não via lá o Pipoca. Fui, então ao terraço, chamei-o, fui às terras e nada!
Esperei até ser mesmo noite e nada! Continuava sem saber por onde ele andava e cada vez estava mais preocupada.
E nessa noite não consegui dormir a pensar no meu fofinho Pipoca!
No dia seguinte, de manhã, aconteceu exactamente a mesma coisa: do Pipoca nem rasto! E eu só tinha mesmo era vontade de chorar.
Durante toda a manhã, só pensava nele e, como era quarta-feira, cheguei cedo a casa.
Fui outra vez até ao terraço, gritei por ele, chamei-o e…quando olhei para trás, lá estava aquele maroto!
Fiquei tão contente! E sabem porquê? Porque eu já tive dez gatos, mas tenho um vizinho muito mau a quem chamam o “Mata-gatos” que mata todos os gatos que lhe aparecem pela frente e os meus, lá foram, também.
Não gostavam de ter um vizinho assim, pois não?
(Susana Filipa – Nº 24 – 6º D)



A minha ovelhinha cor-de-rosa

Eu tenho um bonito peluche, desde que nasci. É uma ovelha, mas não é uma ovelha qualquer; é uma ovelhinha cor-de-rosa, muito querida e fofinha que eu guardo e que, para mim, é insubstituível.
Todos os anos, quando vou para fora, para a praia, levo-a sempre comigo.
Mas…houve um ano, ainda eu era pequenina, em que me esqueci de a meter na minha mochila.
Estávamos na praia, e a minha mãe decidiu pôr-me a fazer uma sesta. Foi então que eu dei por falta da minha ovelhinha!
Então, perguntei se, por acaso, alguém ma tinha levado e todos à volta deram uma gargalhada e a minha mãe disse-me, mostrando-a:
- Sim, nós temos aqui a tua ovelhinha! E, agora, dorme, porque está ainda muito calor!
E, depois desse dia, nunca, mas nunca mais, me esqueci de levar, eu mesma, a minha ovelhinha!
(Sílvia Carvalho – Nº 22 – 6º D)

9 comentários:

Anónimo disse...

que seca

Anónimo disse...

k seca!!!

Anónimo disse...

amo-te tu sabes kem...<3 <3 <3...

Anónimo disse...

auuuuuuu metesme um n....
LOL!!!

Anónimo disse...

curti bué!!!

Anónimo disse...

nada de mais

Anónimo disse...

k seca...

ate eu fasso melhor k isto!

Anónimo disse...

obrigado pelo texto com ele ganhei um premio de 1º lugar ja agora tenho 32 anos e o meu numero de tel e:916897080
liguem

Anónimo disse...

Este pessoal não tem sensibilidade nenhuma… por acaso lembram-se que são textos para o 6º ano????? Estavam à espera do quê???? Haja pachorra…